Voltar

04 de dezembro 2017

Porto do Pecém aumenta capacidade de operação com nova batimetria

Foi realizada nesta segunda-feira, 27, na sede da Capitania dos Portos, a cerimônia de assinatura da portaria de definição dos calados operacionais do Porto do Pecém. Participaram do evento o Capitão de Mar e Guerra Leonardo Salema e o presidente do Complexo Industrial e Portuário do Pecém - CIPP, Danilo Serpa. A nova definição dos calados foi realizada após um processo de atualização da batimetria (medição da profundidade do calado) com o objetivo de estabelecer novos índices operacionais para todos os oito berços do Porto do Pecém. O processo foi homologado pela Autoridade Marítima à pedido da autoridade Portuária. “As tecnologias atuais permitem realizar uma medição mais precisa das profundidades. Com a batimetria homologada conseguimos utilizar todos os berços em sua capacidade máxima em termos de tamanho e peso dos navios. A portaria agiliza ainda a operação, pois já estabelece quais navios podemos atender e em quais condições”, afirma o presidente.

Para chegar ao valor operacional de cada berço o levantamento considera também aspectos como a geografia, a interferência dos ventos e a variação das marés. O estudo foi realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisa Hidrográficas (INPH) e pelo Centro de Hidrografia da Marinha (CHM). Com a homologação das profundidades o Porto do Pecém ganha em capacidade operacional. De acordo com a Capitania dos Portos houve um ganho muito grande, já que cada 10cm a mais de calado representa o aumento médio de capacidade em cerca de 5 mil toneladas de carga por navio. Há locais em que o Pecém obteve uma atualização de até 3 metros, que equivale a poder receber navios com capacidade de carregar até 150 mil toneladas a mais do que já é operado. “Com isso o Porto do Pecém pode receber navios maiores, tanto de capacidade, como de tamanho. Tudo com profundidade natural, sem nenhum tipo de dragagem. As características da região são muito favoráveis. E nós da Capitania dos Portos temos um grande prazer em concluir esse trabalho que traz ganhos significativos para o estado do Ceará, fomenta a economia e toda a cadeia num ciclo de crescimento”, declara Leonardo Salema, Capitão de Mar e Guerra.

Fonte:
 Ascom Cearaportos